esperar…

quanta gente há que sofre o mal sem cura
de uma infinita e vã desesperança,
condenada a viver só da lembrança
sem direito a esperar qualquer ventura!…

e eu a chamar de angústia e de amargura
esta minha saudade ingênua e mansa
que faz com que me sinta um pouco criança,
só porque a espero com maior ternura!…

e eu a dizer que a minha vida é má…
feliz é quem espera um bem que alcança
e eu sou feliz porque ela voltará…

voltará – pressurosa e comovida –
ah! poder esperar tendo esperança
é a mais doce esperança desta vida!

(J.G. de Araújo Jorge)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: