reinvenção…


aguardando a volta

a vida só é possível
reinventada.

anda o sol pelas campinas
e passeia a mão dourada
pelas águas, pelas folhas…
ah! tudo bolhas
que vem de fundas piscinas
de ilusionismo… – mais nada.

mas a vida, a vida, a vida,
a vida só é possível
reinventada.

vem a lua, vem, retira
as algemas dos meus braços.
projeto-me por espaços
cheios da tua figura.
tudo mentira! mentira
da lua, na noite escura.

não te encontro, não te alcanço…
só – no tempo equilibrada,
desprendo-me do balanço
que além do tempo me leva.
só – na treva,
fico: recebida e dada.

porque a vida, a vida, a vida,
a vida só é possível
reinventada.

(Cecília Meirelles)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: