da influência dos espelhos…

venus com espelho, Titiano.

tu te lembras daqueles grandes espelhos de feiticeiro que certos proprietários colocavam à entrada de seus estabelecimentos para atrair os fregueses, achatando-os, alongando-os, deformando-os nas mais estranhas configurações?

nós, a miuçalha, achávamos uma bruta graça naquilo, bem sabíamos que era tudo ilusão, embora talvez nem conhecessemos o sentido da palavra “ilusão”.

não, absolutamente não éramos aquilo!

e só muitos anos mais depois viríamos a descobrir que, para os outros, não éramos precisamente isto que somos – mas aquilo que os outros vêem…

cuidado, incauto leitor! há casos em que alguns acabam adaptando-se a essas imagens enganosas, despersonalizando-se, para o resto da vida, num segundo “eu”.

o eu dos outros…

pois que pode uma alma, ainda por cima invisível, contra o testemunho de milhares de espelhos?

(Mario Quintana)

2 Responses to “da influência dos espelhos…”

  1. Espelhos reveladores esses, hein, Gil?

  2. O cumpadi anda sumido?Não aparece mais na roça, ou pelo menos no abismo, que é o verdadeiro espelho revelador…

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: