canto triste…

porque sempre foste a primavera em minha vida,
volta para mim!
desponta novamente no meu canto,
eu te amo tanto mais,
te quero tanto mais,
ah! quanto tempo faz partiste,

como a primavera que também te viu partir
sem um adeus sequer
e nada existe mais em minha vida
como um silêncio teu,
como um carinho teu,
lembra um sorriso teu,
tão triste…

ah! luar sem compaixão,
sempre a vagar no céu,
onde se esconde a minha bem amada?
onde a minha namorada?
vai e diz a ela as minhas penas
e que eu peço,

peço apenas que ela lembre
as nossas horas de poesia,
as noites de paixão
e diz-lhe da saudade em que me viste,
que estou sozinho,
que só existe meu canto triste
na solidão….

(Vinicius de Moraes/Edu Lobo)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: