as rosas…

bate, outra vez,cartola
com esperanças o meu coração,
pois já vai terminando o verão, enfim!…

volto ao jardim
com a certeza que devo chorar,
pois bem sei que não queres voltar para mim…

queixo-me às rosas, mas, que bobagem,
as rosas não falam,
simplesmente, as rosas exalam
o perfume que roubam de ti…

ah! devias vir
para ver os meus olhos tristonhos
e, quem sabe, sonhavas meus sonhos
por fim…

(Cartola)

One Response to “as rosas…”

  1. Meu caro amigo. Vejo-te animado com o mundo do da poesia. E que poesia! Fico feliz que tenhas aparecido e espero que o Negrinho do Pastoreio traga de volta o que perdeste. Não na mesma forma e nem na mesma quantidade, mas em outra qualidade. Se não te sentires atendido por ele, avisa-me, pois sou íntimo de Santa Klaus e de Jesus Cristo.

    Infelizmente não poderei estar no Brasil e, por isso, envio meu sósia, o Cardeal Ratzinger. Se puderes estar com ele aí, certamente fará grandes esforços em ajudar-te.

    Com isso, despeço-me.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: